Analisando uma partida de futebol

Analisando uma partida de futebol

Ao analisarmos um jogo de futebol, quase sempre pensamos em nos basear em dados estatísticos em relação a classificação dos times, tabela e últimos resultados. Porém, é sabido por todos que as estatísticas não ganham jogos e não são suficientes pra nos garantir êxito nas apostas. Elas devem servir como ponto de partida e, junto com outras informações importantes, nos permitir a melhor escolha. E é este o objetivo deste artigo: explicar alguns dados importantes a levarmos em consideração nesta análise…

Dessa forma, iniciando pelas estatísticas dos times, não devemos observar pura e simplesmente a classificação dos times e decidir pelo que está na melhor colocação.

Dados importantes, existentes na tabela de classificação, como a quantidade de gols pró (gols marcados) e gols contra (gols sofridos), que definem o saldo de gols, nos indicam se temos um jogo com times que marcam bastante gols ou se sofrem bastante também, ou ambas as coisas. Isto é de suma importância para definir a escolha de apostas em mais/menos gols na partida, handcaps, ambos marcam, entre outras. Um exemplo é o Corínthians de 2013: faz e sofre pouquíssimos gols, onde quase sempre seus jogos tem sido 0x0 ou 1×0 pra alguma das equipes.

Ainda pelo lado das estatísticas, outro fator interessante é obsersar a tabela de jogos e ver o aproveitando do time da casa jogando diante do seu público e, da mesma forma, o desempenho do visitante quando joga longe de seus domínios. Um exemplo é o Vitória, que quando joga em Salvador, no Barradão, faz do estádio um caldeirão pros adversários e onde dificilmente é batido. Na Série B, observamos o oposto com o América-MG, que conquistou mais pontos jogando fora do que em casa.

Atentar para os últimos jogos, como os últimos cinco, pode nos indicar se os times estão com a moral baixa, desmotivados e pressionados pela torcida e diretoria pelos maus resultados, com jogadores e treinadores com seus empregos ameaçados. Isto, com certeza, é um fator considerável, pelo fato de que o ânimo dos jogadores, o psicológico, muitas vezes influencia no desempenho em campo.

Como dissemos no início, as estatísticas não são suficientes para uma análise perfeita ou próxima disto. Buscar notícias e informações sobre a partida e equipes envolvidas passa a ser um dos motivos que diferencia entre um bom apostador e um aventureiro que aposta mais pela emoção do que pela razão.

Assim, temos que ter em mente informações sobre desfalques dos times, por lesão, suspensão, punição interna do clube ou mesmo quando os técnicos optam por poupar alguns atletas. Isto com certeza modifica o esquema de jogo e o poder de fogo do time, dependendo do jogador ou dos jogadores que não irão atuar naquela partida específica. Exemplos são o Barcelona com e sem Messi, o Palmeiras com e sem Valdívia, o Atlético-PR com e sem Paulo Baier, o Coritiba com e sem Alex, onde claramente os substitutos não conseguem entrar e manter o mesmo nível de jogo das equipes com sua principal estrela.

Ao analisar a tabela de jogos, outro dado importante a considerar é se os times vem de muitos jogos nos últimos dias, de viagens mais longas e desgastantes, que possa influenciar a parte física dos atletas e ter reflexo negativo no jogo que estamos a analisar. Da mesma forma, saber se o time terá dias depois algum jogo mais importante do que este, como de uma competição mais importante, por exemplo, pode significar que alguns jogadores sejam poupados ou, caso joguem, “tirem o pé” na partida, linguajar do futebol, quando os atletas não se esforçam devidamente em um determinado jogo, com o objetivo de não arriscar sua presença no próximo.

Alguns outros aspectos podemos levar em conta na análise, como os últimos confrontos entre as duas equipes, pois às vezes temos tabus que, de certa forma, mechem com o psicológico dos jogadores e torcidas envolvidas. Os últimos jogos entre elas também podem nos mostrar o desempenho da equipe visitante quando joga naquela cidade do mandante, nas condições de temperatura dali, como por exemplo quando times do Sul jogam no Nordeste, e vice-versa, ou quando um time brasileiro joga na altitude de La Paz, na Bolívia, pela Libertadores ou Sulamericana, e tem um desempenho bem abaixo do que poderia render não jogando ali.

Fatores extra-campo são uns dos que mais influenciam o desempenho dos jogadores. Vem sendo comum, no futebol brasileiro, elencos de jogadores atuarem de forma pífia dentro de campo quando desejam a saída do técnico, querendo “derrubar o treinador”, no linguajar do futebol. Da mesma forma, como aconteceu recentemente com o Náutico, jogadores ameaçando fazer greve e não entrar em campo contra o Vasco hoje, por estarem descontentes com a diretoria do clube e meses de salários atrasados, e vem de mais de dez derrotas seguidas, quase todas por goleada.

Por fim, mas também de grande importância, é saber se determinada equipe das duas envolvidas já cumpriu seu dever no campeonato. A tendência de um time que conseguiu o título matemático é relaxar nos jogos seguintes, que de nada valem mais, no pensamento dos jogadores, e a obrigação do resultado passa a ficar em segundo plano para a comemoração da conquista. Isto tem acontecido com o Cruzeiro deste ano, depois que conquistou o título vem de um empate e uma derrota em casa, e uma derrota fora, os três jogos contra times da zona de rebaixamento.

Da mesma forma, times que se garantiram na zona de classificação à Libertadores e não tem mais chances de título, ou times que já escaparam do rebaixamento e não tem mais chances de chegar no G4. O que acontece nesses casos é o fator motivação dos times, que é bem diferente de, por exemplo, um time que precisa de uma vitória pra conseguir uma classificação ou fugir de vez do rebaixamento, e que entram “comendo a grama” e “dando o sangue” pela vitória, no linguajar do futebol, encarando a partida como uma final e a última de suas vidas.

É certo que não existe fórmula mágica ou análise perfeita, garantida, nas apostas. Porém, sem apostar às cegas, e levar em consideração o estudo da partida, como os dados que expomos acima, com certeza aumentamos nossas chances de ter sucesso na escolha da melhor opção de aposta para um determinado jogo. Isto, a longo prazo, significará um aumento considerável na % de lucro obtido no final do mês, não tenha dúvida.

Já tem conta no Betboo? Faça o seu login.
Se não tem conta, cadastre-se!
Aproveite o bônus de boas vindas.

Bônus de primeiro depósito?

120% de bônus, até um limite de R$150
Por exemplo:
Deposite R$125 e ganhe mais R$150 para apostar! Registre-se já!